procuramos
perguntas:

pt en
Menu

Figueiredo, Luísa
Lab

Biologia do Parasitismo

O parasitismo depende da capacidade de um organismo explorar o seu hospedeiro. Trypanosoma  brucei é um parasita unicelular responsável por uma doença fatal em humanos (doença do sono) e por uma doença crónica no gado (Nagana) em África Subsariana. Nós estamos interessados ​​em entender os mecanismos celulares e moleculares exercidos por T. brucei como um parasita efectivo. O nosso grupo tem três principais  interesses:

TROPISMO DE TECIDOS - Recentemente, demonstrámos que o tecido adiposo é um importante reservatório de parasitas na infecção de ratinhos e que os parasitas se adaptam funcionalmente ao tecido (1). Estas observações inesperadas levantaram muitas questões: como é que os parasitas se movem entre os tecidos? Qual é a vantagem selectiva para se acumular neste tecido? Os parasitas são igualmente susceptíveis ao tratamento de drogas? Como é que os parasitas entram ou saem dos tecidos? Qual é a contribuição extra-vascular para a dinâmica da transmissão do parasita?

RITMO CIRCADIANO - Mostrámos que os tripanossomas possuem um relógio circadiano que controla o seu metabolismo (2). Quais são os componentes e mecanismos moleculares deste relógio circadiano? Como controlam o metabolismo? Qual é o impacto na virulência do parasita e o efeito na doença? Também mostrámos que os tripanossomas alteram o ritmo circadiano do hospedeiro (3). Como é que esta interacção é mediada? Quem beneficia mais com estas mudanças? O hospedeiro ou o parasita?

VARIAÇÃO ANTIGÉNICA - Já é um antigo interesse do nosso grupo compreender os mecanismos que governam a variação antigénica, um processo que permite que os tripanossomas escapem à resposta imune do hospedeiro (4). Actualmente, estamos interessados ​​em entender a importância dos ARN não codificantes e as modificações epigenéticas na regulação dos genes que sub-jazem a variação antigénica.

Nosso laboratório foi em 2017 premiado com uma bolsa de consolidação ERC. Os subsídios anteriores foram da HHMI, EMBO, FCT e Gulbenkian.

Encontre-nos no Facebook (https://www.facebook.com/lfigueiredolab/) ou no Twitter (@luisamfigueired).

 

1) Trindade, S. et al. (2016). Trypanosoma brucei Parasites Occupy and Functionally Adapt to the Adipose Tissue in Mice. Cell Host Microbe 19, 837-848.
(2) Rijo-Ferreira, F. et al. (2017). Trypanosoma brucei metabolism is under circadian control. Nat Microbiol 2, 17032.
(3) Rijo-Ferreira, F. et al. (2018). Sleeping sickness is a circadian disorder. Nat Commun 9, 62.
(4) Aresta-Branco, F. et al. (2016). A transcription-independent epigenetic mechanism is associated with antigenic switching in Trypanosoma brucei. Nucleic Acids Res 44, 3131-3146.
  • Áreas de Investigação

    • Mecanismos moleculares da expressão génica
    • Biologia extra-vascular de parasitas
    • Ritmo circadiano do parasita e do hospedeiro
  • Equipa de Investigação

    • Projectos de Investigação em Curso

      • 2018/2022 Exploring the hidden life of African trypanosomes: parasite fat tropism and implications for disease (Acronym: FatTryp). Coordinator: Luisa M Figueiredo. Agency: European Research Council.
      • 2016/2019 Metabolic consequences of an infection by African trypanosomes. Coordinator: Luisa M Figueiredo. Agency: Fundação para a Ciência e Tecnologia.
      • 2016/2018 Long non-coding RNAs as new diagnostic biomarkers for African sleeping sickness. Coordinator: Fabien Guegan (post-doc in my laboratory). Agency: Fundação para a Ciência e Tecnologia. 
      • 2017/2019 YIP Grant EMBO. Coordinator: Luisa M Figueiredo. Agency: PRIV-UE, EMBO. 
      • 2016/2018 Small Grant EMBO. Coordinator: Luisa M Figueiredo. Agency: PRIV-UE, EMBO. 
      • 2012/2018 How parasites use epigenetics to evade host defenses. Coordinator: Luisa M Figueiredo. Agency: Howard Hughes Medical Institute.
    • Prémios

      2012 HHMI International Early Career Scientist (Luísa Figueiredo)

      2010 Prémio Crioestaminal / Associação Viver a Ciência (Luísa Figueiredo)

      2002 Prémio da American Society for Tropical Medicine & Hygiene, em reconhecimento da excelência científica em Molecular, Celular e Immunoparasitologia (Luísa Figueiredo)

    • Publicações Seleccionadas

      • Rijo-Ferreira, F., Carvalho, T., Afonso, C., Sanches-Vaz, M., Costa, R. M., Figueiredo, L. M., and Takahashi, J. S. (2018). Sleeping sickness is a circadian disorder. Nat Commun 9, 62.
      • McCulloch, R., Cobbold, C. A., Figueiredo, L. M., Jackson, A., Morrison, L. J., Mugnier, M. R., Papavasiliou, N., Schnaufer, A., and Matthews, K. (2017). Emerging challenges in understanding trypanosome antigenic variation. Emerg. Top. Life Sci. 1, 585-592.
      • Rijo-Ferreira F, Pinto-Neves D, Barbosa-Morais NL, Takahashi J & Figueiredo LM (2017) Metabolism of Trypanosoma brucei is under circadian control. Nat Microbiol., 2:17032.
      • Smith, T. K., Bringaud, F., Nolan, D. P., and Figueiredo, L. M. (2017). Metabolic reprogramming during the Trypanosoma brucei life cycle. F1000 Research 6, 1-12.
      • Cicova Z, Dejung M, Skalicky T, Eisenhuth N, Hanselmann S, Morriswood B, Figueiredo LM, Butter F, Janzen CJ. (2016) Two flagellar BAR domain proteins in Trypanosoma brucei with stage-specific regulation. Sci Rep., 6:35826
      • Tanowitz HB, Scherer PE, Mota MM and Figueiredo LM. (2016) “Adipose tissue: A safe haven for parasites?” Trends Parasitol., 33:276-284.
      • Trindade S & Rijo-Ferreira F, Carvalho T, Pinto-Neves D, Guegan F, Aresta-Branco F, Bento F, Young SA, Pinto A, Van Den Abbeele J, Ribeiro RM, Dias S, Smith TK, Figueiredo LM. Trypanosoma brucei parasites occupy and functionally adapt to the adipose tissue in mice. Cell Host and Microbe 2016, 19 (6): 837–848
      • Aresta-Branco F, Pimenta S, Figueiredo LM. A transcription-independent epigenetic mechanism is associated with antigenic switching in Trypanosoma brucei. Nucleic Acids Res 2015 (7): 3131-3146
      • Pena AC, Pimentel MR, Manso H, Vaz-Drago R, Pinto-Neves D, Aresta-Branco F, Rijo-Ferreira F, Guegan F, Pedro Coelho L, Carmo-Fonseca M, Barbosa-Morais NL, Figueiredo LM (2014) Trypanosoma brucei histone H1 inhibits RNA polymerase I transcription and is important for parasite fitness in vivo. Molecular Microbiology; 93(4):645- 63
      • Figueiredo LM, Cross GAM, Janzen CJ. (2009) Epigenetics in African trypanosomes. Nat Rev Microbiol; 7: 504-513
      • Boothroyd CE, Dreesen O, Leonova T, Ly I, Figueiredo LM, Cross GAM, and Papavasiliou FN. (2009) Single endonuclease-generated DNA breaks induce antigenic switching in Trypanosoma brucei Nature; 459: 278-281
      • Yang X, Figueiredo LM, Espinal A, Okubo E and Li B. (2009) RAP1 Is Essential for Silencing Telomeric Variant Surface Glycoprotein Genes in Trypanosoma brucei. Cell; 137: 99-109
      • Figueiredo LM, Janzen CJ, Cross GA. (2008) A Histone Methyltransferase Modulates Antigenic Variation in African Trypanosomes. PLoS Biology; 6 (7): e161

    Este site usa cookies. Algumas cookies são essenciais para a correcta operação do mesmo e já foram configuradas.
    Pode bloquear e apagar as cookies deste site, mas algumas partes poderão não funcionar correctamente.